Isolina Carrillo (Havana, 09 de dezembro de 1907 – 21 de fevereiro de 1996) foi uma compositora de destaque, pianista, guitarrista, trompetista,  diretora de coro e orquestra cubana, cantora. Veio de uma família relacionada à música. Os seus irmãos e o seu pai também tocavam. Estudou no Conservatório Municipal de Havana.

Com a idade de 10 anos, Isolina Carrillo fez a sua estreia para o público, substituindo o pianista que estava doente e que tocava na orquestra do seu pai. Sua apresentação foi um sucesso.Mas foi na década de 40 onde alcançou o maior reconhecimento como compositora de boleros ,sons e guarachas. Presentemente esses temas pertencem aos clássicos da música latino-americana tais como Fiesta de Besos, Canción sin amor, Increíble e, possivelmente, o mais famoso de todos os seus trabalhos, Dos Gardênias. Esta última composição foi interpretada por vários cantores como Daniel Santos, Antonio Machin, Angel Canales, Pedro Vargas, Maria Rita, Ibrahim Ferrer (no vídeo), entre outros. Isolina

Carrillo morreu em 21 de fevereiro de 1996, em Havana, com 89 anos, mantendo-seno ativo mesmo nos seus últimos anos de vida.

Fontes:
http://www.encaribe.org/es/article/isolina-carrillo/1346
http://es.wikipedia.org/wiki/Isolina_Carrillo